Pesquisar este blog

Translate

sábado, 9 de fevereiro de 2013

Autocad #14: BÁSICO



Quem se aventura no campo do desenho técnico e, principalemente, como cadista já começa precisando de umas aulinhas de CAD: com um amigo paciente, na escola profissionalizante (técnico, universitário....), num curso de autocad,.......

Aí vem aquele monte de coisas para aprender, mas será que aprendemos tudo que é necessário no autocad?

1- comandos ou ferramentas de desenho, ou seja, o próprio desenho

linhas (line, pline, xline,...)
poligonos (polygon, pline)
arredondados (cicle, elipse, arc,...)
desenhos prontos (block)
hachura (hatch)

2- comandos ou ferramentas de edição,ou seja, alteração de desenho

apagar (erase, trim)
cortar partes (trim, fillet
copiar (offset, copy, array,....
espelhar (mirror, rotate, array)
escalonar (scale)
esticar (strech)
arredondar/chamfrar (fillet, chamfer)
mover (move)
rodar (array, rotate,...) 

3- lógica do cad

pontos de edição (object snap, grips,...)
seleção (grips, crossing, windons,...
unidade de desenho (units, drawing limits)
plano cartesiano (UCS)
linha de comando 
onde desenhar (model e paper space)

4- configurações

cotas (dimension)
texto (dtext, mtext)
linhas (line style)
hachuras (edit hatch)
penas de impressão (plot,layout, layers...)
propriedades do desenho (properties...)

Esses são alguns dos recursos que todos devem e precisam aprender, não necessariamente tudo isso será utilizado a todo momento, as ferramentas de desenho e edição são as mais visadas, as ferramentas de cotagem e texto, serão utilizadas conforme a necessidade, as configurações serão utilizadas raramente para que ainda está iniciando, se tornando mais frequentes conforme forem aumentando a quantidade de informações que um desenho necessita ter, mas assim como os blocos elas se tornaram uma gama de coleções e opções prontas que é somente tê-las a mão e usar, não necessitando mais reconfigurar.

Cada comando, ferramenta .... do cad consegue variar entre o basicão e o super avançado, pela existentência de diversas configurações que podem ser feitas, esse é um nível invejável e é raríssimo encontrar pessoas que dominem e até mesmo precisem alcançar esse nível de CAD.

Por ser o CAD um software genérico para diversas área, muitas ferramentas se tornam desnecessárias e assim muitas delas não não aprofundadas, no caso do ramo da arquitetura, devido ao nível de precisão e já que com um conhecimento básico é possivel alcançar altos níveis de excelência.

Assim sendo necessário apronfundar em recursos avançados somente em para melhorar ou agilizar as apresentações gráficas para as plotagens.


* escrita livre sem referência bibliográfica
link de outras dicas de AutoCAD

.
Para contribuir com a postagem deixe seu comentário
com dúvidas, sugestões, críticas ou elogios
.

AutoCAD #13: model space x paper space


Aos usuários de autocad fica a escolha entre utilizar o model space ou o paper space (mais conhecido atualmente como layout)



Mais pra que escolher se você pode uilizar o dois?

Para os cadistas de primeira viagem essa resposta custuma variar de impossível para muito difícil, mas depois que começa a se descobrir certos truque de mágica, a resposta se altera para outa questão: "por que não me contaram que é tão fácil?"

TRUQUE Nº1 - A PRANCHA

Simples como desenhar no model, desenhe a sua prancha favorita: prefeitura, A4, A3, A2, A1, A0, folha da faculdade, projeto executivo; como se fosse desenhar no model aí você utiliza todos os recursos de desenho que você já conhece (linha, retângulo, texto, ...), deixando o espaço para colocar os desenhos do seu projeto.


TRUQUE Nº2 - VIEWPORTS


Atalho MV (para os quadros de viewports): e desenhe quantos viewports que queira, ou melhor, para cada parte do seu desenho que tiver uma escala diferente. O truque se encontra na fórmula mágica N / M XP, onde "N" é o número da escala do cad, se 1 unidade do cad for 1 metro então N=1000, se a unidade for centímetro N=10, e por fim for milímetro N=1, e demais unidade lembre-se é só fazer as contas, lembrando que N CAD =  M PRINT, aí temos o "M" que representa a escala de impressão, aí vai da escolha que queira imprimir.

1000/100xp = escala 1:100 de para representar mêtro
1000/50xp = escala 1:50 de para representar mêtro
1000/20xp = escala 1:20 de para representar mêtro

1/10xp = escala 1:10 de para representar milímetro
1/5xp = escala 1:5 de para representar milímetro
1/2xp = escala 1:2 de para representar milímetro

Para utilizar a fórmula clique internamente na viewport, entre no comando zoom (Z), basta digitar a fórmula escolhida e ajustar o desenho para que apareça na viewport com o comando pan (ou clicando a rodela do mouse), ou voltando ao ambiente do paperspace (clicando fora da viewport) aumente ou diminua o quadro da viewport

TRUQUE Nº3 - CUIDADO COM A VIEWPORT

Tudo que desenhar no interior da view será automaticamente teletransportado para o model space, ou seja, a viewport é uma janela dentro do model space.
Conselho evite alterar o desenho pela viewport até dominar a arte de trabalhar no paper space (ou layout).

Atalho PS = sai da viewport, utilize em caso de emergência, ou seja, sempre


TRUQUE Nº4 - TRAVANDO A VIEWPORT

Atalho MO = Properties

Esse é o canal de configurações, e lá você encontrará a opção de travar a sua viewport, ou seja, você poderá editar seu desenho, sem se preocupar em alterar a escala e a visualização da sua viewport, é super útil para impedir que alguém ou até você mesma destrua a montagem da sua prancha que já está organizadíssima, mas precisava ser feita alguns retoque finais para concluir o desenho.


TRUQUE Nº4 - GIRANDO O SEU DESENHO

Existe alguns cadistas que fazem cortes e não os viram na posição horizontal, então essa dica é para esse tipo de cadista. É possível alterar a UCS somente dentro da viewport, ou seja, desenhe como quiser no model: de cabeça para baixo, de lado, diagonal....., e depois na sua prancha você posiciona o desenho na posição mais correta ou mais fácil de visualizar quando for plotar a sua prancha. (postagem sobre UCS)

TRUQUE Nº5 - ESCALA

Já demos a fórmula mágica para escalonar (postagem sobre representação gráfica) o seu desenho nos quadrinho da viewport, mas e quando for plotar a escala é qual, a escala é simplesmente 1:1, porque a escala é a da folha, ou seja:

A4 = 210x297 unidades de CAD (ao contrário na horizontal)
A3 = 420x297 unidades de CAD (ao contrário na vertical)

Folha customizada no layout = AxB unidades de CAD considerando a medida de milímetros e considerar que a impressora ou plotter tem uma margem não imprimível, ou seja considere essa borda ao imprimir, no mínimo de 5mm ou 0,5cm. 


TRUQUE Nº6 - EXISTEM OUTROS TRUQUES

Claro que existem outros truques, mas essa vou deixar pra vocês descobrirem, aí se acharem que mereço saber compartilhe aqui nos comentários.


* escrita livre sem referência bibliográfica
link de outras dicas de AutoCAD

.
Para contribuir com a postagem deixe seu comentário
com dúvidas, sugestões, críticas ou elogios
.

segunda-feira, 4 de fevereiro de 2013

Cadista Freelancer #14: Estimativa de tempo

para Adriana Fraletti - levantamento
Tempo gasto: aprox. 13h horas

Levantamento métrico e fotográfico + vetorização em CAD







para Mariani Dalan - decoração apartamento
Tempo gasto: aprox. 35h horas

layout dos ambientes = planta e vistas, com alterações






para Nani Tavares - espaço comercial
Tempo gasto: aprox. 15h horas

prancha de executivo = plantas, cortes, fachada, montagem da prancha.








para Paola Rosellini - consultório
Tempo gasto: aprox. 110h horas
 

layout, cortes, elétrica, forro, perspectiva 2PF, marcenaria, ..., alterações






Cadista Freelancer #13: Ligando o Taxímetro.......

Trabalhar por tempo é para mim a melhor opção, mas para quem quer contratar não é, mas como convencê-los do contrário.
 

1- Trabalhando como projetista fixa, o contratante pode lhe pagar por mês ou por hora, ou por ....... (existem outras opções?)

Mas quanto custa um projetista fixo? Conforme algumas continhas pode chegar a 1,80 o valor que o seu projetista recebe, é cafezinho, é energia elétrica, computadores, manutenção, faxina, espaço físico, ...... Você já contabilizou quanto custa o seu escritório?

Você projetista já contabilizou quanto do seu salário é gasto com o seu trabalho, almoço, transporte, uniforme, lanches, material, ..... Você acha que todo o seu salário é somente usufruto seu?

2- Existe diversos perfis de projetista para todos os gostos, talvez alguns existam mais do que outros, ou aqueles que dão má fama ou boa fama a todos os projetista.

Alguns projetista preferem trabalhar fixo em escritórios, outros preferem os trabalhos freelancer, outros se dividem entre os dois ao longo da semana.

Assim como também existem contratantes de porjetista que preferem seus projetistas diante de seus olhos, como há outros que preferem eles a distância, e há também os que se utiliza de ambos os tipos.

3- O projetista trabalha atualmente sem grandes seguranças, fixo ou freelancer, é sempre um risco que se corre ser projetista, trabalho talvez exista aos montes, mas emprego não é para todos, haja visto o custo de um projetista.

O Freelancer escolhe correr alguns riscos, como: grande variabilidade de trabalho ao longo do ano, encontrar maus contrantantes, períodos de trabalho ingrato (noite, final de semana). Mas em troca trabalham em casa, não se preocupam tanto com deslocamentos, podem trabalhar em diversos projetos distintos, e se souberem se organizar, podem conseguir uma melhor qualidade de vida. Para ser freelancer é necessário ser bastante organizado e desenvolver habilidades de empreendedor de si mesmo.

O Fixo escolhe algumas comodidades, como: não se preocupar em grandes variabilidades de trabalho, pois o seu contratante que se responsabiliza com essa questão, sempre terá uma rotina bem definida. Mas em contrapartida os ônus de sair de casa todos os dias poderão ser bastante incomodos, e muitas vezes é necessário entrar de acordo com as regras da empresa, que poderam afetar na sua qualidade de vida. Par ao fixo o importante é se manter bastante afinado com a filosofia da empresa, ou seja, se esforçar para ser o funcionários do mês.

4- Eu

Eu trabalhei como fixa e atualmente trabalho como freelancer: antes ganhava um tanto melhor mais não combinava comigo estar fixa num escritório todos os dias, hoje ganho pouquíssimo, mas trabalho com mais gosto, e atualmente tenho a oportunidade de realizar um curso, por exemplo, tendo como termômetro erros e acertos as parcerias que realizo.

5- Trabalho por hora

Como fixa ganhava por hora, e a partir daí comecei a reparar que o trabalho de projetista está cada vez mais desvalorizado.
 
Alguns projetistas cobram por folha, e comemoram as folhas A4 que tvende como folhas A0
 
Os que trabalham por metrô quadrado, fazem desenhos básicos, pois esses vende projeto como se fossem pastel e sem recheio, só um layout básico, pois o foco deles é totalmente outro.

6 - Pergunta: Como ter a certeza de quantas horas gastará?

É uma relação de confiança virtual que se estabelece, pois as vezes as parcerias são totalmente virtuais, ou o contato pessoalmente é raríssimo, e também para mim é uma questão saber se receberei o valor pelo serviço. Mas quando se trata de prestação de serviço, é muito complicado medir um valor que seja bom para ambos os lados, para mim é importente ter serviço sempre e bons pagadores, que me parece ser para mim uma situação mais traiçoeira.
7- E PARA VOCÊ QUAL É O MELHOR PROJETISTA?

Marcadores