Pesquisar este blog

Translate

sábado, 16 de novembro de 2013

CADFREELA #39: Para agregar no Camarote


Aproveitando a deixa da última semana e percebendo que sem saber como e por que cheguei a 100 postagens nesse blog.

Parece que de alguma maneira esse blog começou a render frutos, tornando essa atividade de CADISTA FREELANCER um pouco menos arriscada e conseguindo render pelo menos um trabalho por mês, mesmo que as vezes se espere até o dia 29 do mês para aparecer.

E esse post queria dedicar não aqueles que estão começando mais aqueles que já estão já algum tempo trabalhando e quebrando a cara assim como eu.
Chega um momento que o STATUS de Freelancer precisa ganhar STATUS de Empresa, nem que seja uma Nanoempresa, de você com você mesmo.
A Administração do serviço lhe faz se tornar uma empresa como todos os setores, mesmo que todos eles sejam concentrados em uma única pessoa, sendo assim acredito ser difícil incluir o DEPARTAMENTO DE RECURSOS HUMANOS na sua nanoempresa.



1- DEPARTAMENTO DE MARKETING

Este é o departamento responsável por divulgar o seu trabalho.

Sabe aqueles cartões perfurados que você imprimi na sua impressora com seu nome e telefone
As fotos e imagens do seu trabalho que você posta no facebook
Um blog tosto que você mal sabe mexer que você vai colocando de qualquer jeito umas fotos com umas decrições toscas.

Para ficar com cara de empresa: PÁGINA NO FACEBOOK, MONTAGEM DE SITE, PERFIL NO LINKEDIN, CARTÃO DE VISITA COM DESIGN, .....

2- DEPARTAMENTO FINANCEIRO

Este departamento é responsável por conrtrolar despesas e lucros
Sabe aquela planilha de excell que você monta com o que ganha e gasta, mas esquece de atualizar ou monta de qualquer jeito.
Aqueles pedaços de papel que você vai anotando o que precisa comprar, mas perde ou chega na loja compra outra coisa que não precisava, tipo uma caneta muito legal, ao invés de um novo mouse, ou um teclado de computador ....

Para ficar com cara de empresa: MONTAR E ATUALIZAR PLANILHAS NO EXCEL, MANTER UM FLUXO DE CAIXA, ESTABELECER METAS DE GASTOS ....

3- DEPARTAMENTO JURÍDICO

Este departamento é responsável por organização a legalidade da empresa

Vamos combinar que essa atividade é um tanto marginal, uma tividade meio de contrato de boca, se alguém te perguntar no que você trabalha você muda de assunto, o imposto que você paga fica por conta de gastos dass despesas com material e suprimento para sua empresa tipo a luz e internet....
Para ficar com cara de empresa: INFELIZMENTE ESSA É UMA COISA QUE TRANSFORMA DE FATO O SERVIÇO FREELANCER EM UMA EMPRESA, ENTÃO ATÉ ONDE PODEMOS ARCAR COM ESSA TRANSPOSIÇÃO....

4- DEPARTAMENTO PESQUISA
Este departamento é responsável pela geração de novos produtos
Sabe aquele curso que você não pode fazer por falta de tempo$, mas foi buscar infomações na internet, ou aquela dica que um colega lhe deu para você fazer para ganhar um troco extra, como um novo software ou aquele dia que você também teve que tirar medidas de um ambiente.....

Para ficar com cara de empressa: RELATÓRIOS, CERTIFICADOS, DOCUMENTAÇÃO,....

5- DEPARTAMENTO DE PRODUTO

Este é departamento é responsável pelo nome da empresa

Se você é cadista freelancer esse é o seu produto desenhat no cad para os outros sem vínculo empregatício, e se possível sem vínculo nenhum com nada e nem ninguém
Sendo assim talvez esse seja o único departamento que realmente existe com uma configuração mais próximo de empresa

Para ficar com mais cara ainda de que é uma empresa: REPRESENTAÇÃO GRÁFICA, PDFS, ORGANIZAÇÃO DE ARQUIVOS, ORGANIZAÇÃO DOS ELEMENTOS DE DESENHO (blocos, layers ....)

E A SUA NANOEMPRESA COMO ESTÁ FUNCIONANDO?


terça-feira, 22 de outubro de 2013

CADFREELA #38: Vacas Magras x Vacas Gordas

 

Quando estamos na vida profissional sempre desejamos a vida sempre em VACAS GORDAS

- bons e altos rendimentos
- qualidade de vida
- conquistas pessoais
- vida saudável
- parceiros, fornecedores, clientes .... maravilhosos

Nem sempre é impossível encontrar momentos como esses MARAVILHOSOS, mas é nesses momentos que nos distraímos e caímos na pegadinha das VACAS MAGRAS

- atraso nos pagamentos
- enrolação com clientes, parceiros, fornecedores
- situação economica desfavorável
- cancelamentos 
- falsas promessas
- trabalhos pouco favoráveis

A tristeza de ser um FREELANCER e se encontrar no momento de VACAS MAGRAS é de não estar preparada para isso:

- naquele dia que você fica doente
- numa época que está com pouco serviço ou nenhum
- quando o computador precisa de conserto
- nos dias que os trabalhos aparecem, mas por motivos diversos você não pode ou não deve aceitar.

Mas há momentos de VACAS GORDAS e é nesse momento que temos que ter toda a atenção

- realizar o melhor trabalho possível, para ser indicado a novos trabalhos
- manter contato com os parceiros, clientes, fornecedores para manter e criar uma rede de contatos para futuros trabalhos
- criar uma rede de divulgação: redes sociais, blogs, classificados, sites, mala direta, visitas ....
- aprender e se desenvolver para ampliar as possibilidades de mercado.

Eu como freelancer a cada dia descubro novos erros e acertos

- por exemplo a dificuldade de trocar ideias com outros freelancer tanto para parcerias como para novos aprendizados, por ser uma atividade praticamente solitária.
- a cada dia entram no mercado novos freelancers pela lógica de mercado que vem se estabelecendo, onde quem trabalha em empresas, busca a atividade freelancer como um adicional de renda.
- a procura para trabalhos de TCC/TFG/TGI que em minha opinião são anti-ético.
- alguns nichos de mercado mais procurados, mas que necessitam de mais ferramentas de trabalho (software, hardware)

E ASSIM CORREMOS EM BUSCA DE NOSSAS VACAS GORDINHAS TODOS OS DIAS,
ou pelo menos é o que deveríamos fazer, vocês estão fazendo isso?


.
Para contribuir com a postagem deixe seu comentário
com dúvidas, sugestões, críticas ou elogios
.


Autocad #21: Desenho Peludo



As novas tecnologias não barraram os vícios e enganos que todos precisam passar para dominar as técnicas de desenho.
Quando somos crianças e fazemos lindos desenhos que somente a nossa imaginação pode explicar, com o tempo ou desistimos dessa arte ou nos aprofundamos mais, e chega um momento em que as réguas, esquadros e compassos, limitam a nossa expressão.
   


Para o desenho técnico os chamados: DESENHO PELUDOS é praticamente um crime, pois com tantas ferramentas de desenho como pode acontecer que uma única linha reta seja formada de milhares de tracinhos sobrepostos ?!?!?!
Atentados como esses só são permitidos aos artistas ou aqueles que se tornam mestres.


Ou muitas vezes encontramos desenhos mais expressivos em perspectivas, aquelas feita manualmente, que hoje vem muitas vezes substituídas pelas maquetes eletrônicas.

Mas a questão aqui não é discutir a briga entre o papel e a grafite, mas sim entre as linhas desenhadas pelos comandos do autocad.
Parece impossível acreditar que aconteça a sucessão de tracinhos sobrepostos nos desenhos assistidos por computador, e não fique aí achando que isso acontece somente com o autocad.

Mas para salvar muita gente de se suicidar, ou jogar o computador pela janela, ou passar vergonha em alguma situação profissional.....


Eis que me apresentaram um comando que entende que aquela sucessão de tracinhos é uma única linha.

OVERKILL = matar todas aquelas linhas que deixaram o seu desenho peludo.

Mas use com moderação, vai que tem linhas que eram pra ser assim mesmo peludinhas.


 
* escrita livre
link de outras dicas de AutoCAD

.
Para contribuir com a postagem deixe seu comentário
com dúvidas, sugestões, críticas ou elogios
.

segunda-feira, 30 de setembro de 2013

CADFREELA #37: Não fazemos trabalho acadêmico

Existe algumas práticas que ao longo dos tempo se torna comum, normal e, sendo assim, se torna algo CORRETO.

Não gostaria de abrir essa postagem no blog, mas de alguma maneira ruim isso me afetou mais do que deveria.

Ultimamente chove-se cursos para dar habilidades dentro das várias possibilidades da construção civil.
- Cursos para habilidades na mão de obra ....

- Cursos de Softwares de desenho, orçamento, planejamento ...
- Cursos universitários, técnicos, tecnólogos, livres, extensão....

Transformando esses curso em um novo mercado de trabalho, um mercado de serviços.
1- Iniciando com um novo nicho para as gráficas e papelarias, que se instalam para atender a esse mercado
2- Seguidamente para ou paralelamente ao setor de publicações com revistas e livros para iniciantes sobre o tema.
3- A partir daí o céu é o limite, ou não deveria ser?!?!

Está é a questão que venho colocar aqui.
Acredito esses cursos sejam a porta de entrada da área de Arquitetura/Engenharia/Construção, e não um novo mercado a ser criado, distorcendo os profissionais envolvidos nessa área.


FALANDO CLARAMENTE
Ser Projestista Cadista é um dos elementos da cadeia de produção da Insdústria da Construção, tendo sua função dentro dela e não paralelamente oferecendo de apoio  ingressantes.
NO CASO REALIZANDO SERVIÇOS DE DESENHO PARA AQUELES QUE ESTÃO ESTUDANDO PARA APRENDER A DESENHAR.

QUESTÃO PESSOAL
Se manter no mercado é uma luta diária, pois a cada dia a concorrência está maior e eu também tive minhas dificuldades para galgar cada etapa até aqui, sendo que há ainda muitas a galgar.
E acredito que fazendo esse tipo de serviço prejudicarei a mim como profissional, por me colocar numa situação de marginalidade e desrespeito com o processo de formação dos profissionais da área.

NÃO FAÇO TRABALHOS ACADÊMICOS
Não existe essa de fazer um trabalhinho de TCC, TFG, da matéria XYZ ....., todos tem dificuldades e realizar  suas tarefas diárias, em muitas casos é possível e necessário uma colaboração e ajuda, mas na etapa de formação profissional essa ajuda se torna prejudicial no momento que  lhe retira a responsabilidade pelo seu próprio aprendizado.

Leia sobre: Quatro Pilares da Educação
1- Aprender a Conhecer 
2- Aprender a Fazer
3- Aprender a viver com os outros
4- Aprender a ser



.
Para contribuir com a postagem deixe seu comentário
com dúvidas, sugestões, críticas ou elogios
.

sexta-feira, 20 de setembro de 2013

Portifólio #28: Disciplina de Estrutura

Voltando as aulas
Já diziam que nunca devemos parar de estudar, pois há muito o que saber.


Para a área de projetos que é muito ampla sempre temos coisas a aprender.

Projeto de Arquitetura para existir e se tornar real complementamos e compatibilizamos com diversas outras áreas.

Aqui apresento uma amostrinha do que vem por aí na aula de Estrutura.



.
Para contribuir com a postagem deixe seu comentário
com dúvidas, sugestões, críticas ou elogios
.

Portifólio #29: Adriana Fraletti

Arquiteta Adriana Fraletti

- São Paulo/SP - desde 2012 (conheça essa e outras parcerias)
- projetista freelancer (conheça meu portifólio)

Parceria gerada a partir da indicação de Paola Rosellini.



 Cliente: Edifício Residencial
Assunto: Corte Longitudinal
Software: AutoCAD


 

Cliente: Residência Unifamiliar
Assunto: Cortes Longitudinal e Transversais
Software: AutoCAD



.
Para contribuir com a postagem deixe seu comentário
com dúvidas, sugestões, críticas ou elogios
.

Portifólio #28: PAOLA ROSELLINI (4)

Arquiteta Paola Rosellini

- Paola Rosellini Design de Interiores
- São Paulo/SP - desde 2009 (conheça essa e outras parcerias)
- projetista freelancer (conheça meu portifólio)

Após diversos emails distribuídos gerou essa parceria para diversos projetos.



 Cliente: Decoração de Residência
Assunto: Desenho de Marcenaria
Software: AutoCAD - desenho técnico




Cliente: Decoração de Residência
Assunto: Desenho de Demolição
Software: AutoCAD - desenho técnico



Cliente: Decoração de Residência
Assunto: Desenho de Forro
Software: AutoCAD - desenho técnico - mobiliário


Cliente: Decoração de Residência
Assunto: Desenho de elétrica
Software: AutoCAD - desenho técnico - mobiliário


segunda-feira, 9 de setembro de 2013

Autocad #20: Plotando

Trocaram as pranchetas pelos computadores, mas as PRANCHAS DE DESENHO ainda continua sendo bastante importantes.

Afinal o compartilhamento pelo papel ainda é a melhor opção e muitos casos:

- NA OBRA: é um documento bastante manuseado, e precisa estar de fácil acesso a todos, e a apresentação em papel for clara, maior a leitura s facilita a todas as partes que compõe a obra.

- PARA O CLIENTE: se torna um documento de negociação entre as partes, afinal uma das funções do projeto e se tornar documento de aprovação para a execução.

- ENTRE FORNECEDORES: nem todos os elementos envolvidos com a etapa de execução tem facilidade ou direito ao acesso dos arquivos de computadores, então o documento em papel torna a transmissão de dados mais oficial, e evita alterações por terceiros.


OBS.: Atualmente existem muitas formas de compartilhar arquivos de maneira que não se permita a alteração de terceiros, e ao mesmo tempo permite incluir a marcação de observação para futuras correções e/ou modificações, como é o caso do mais conhecido arquivos em PDF.

Então como transformar o seu arquivo de autocad em um pedaço de papel?

1- Tenha em mente que o seu arquivos precisa ser desenhado de maneira a respeitar um representação gráfica clara, principalmente, para quem vai executar ou aprovar o projeto desenhado. (materializando o projeto)

2- Aproveite o conceito de apresentação em pranchas tipo "A", pelo recurso do autocad que é o paper space, mas conhecido nas novas versões como layout (model space x paper space)

3- Configura a impressão do seu arquivo, pois diferente das configurações de trabalho do autocad com layers coloridos, na maior parte das vezes a plotagem deve ter uma apresentação monocromática, com pretos e cinzas, salvo exceções especiais que seja necessário o recurso de outras cores, que a cada dia vem se tornando mais usual, devido a facilidade que o auxílio dos computadores trouxe a representação gráfica. (padrões de apresentação)


4- Tenha uma plotter.

O QUE É ISSO?
É MUITO CARO PRA IMPRIMIR POUCAS COISAS, TÁ LOUCO?
UM TRAMBOLHO DESSES NÃO CABE NO MEU MICRO ESCRITÓRIO DO MEU QUARTO, PRECISA MESMO?


Hoje em dia ter um ploter só vale a pena para quem compensa ter um ploter do que mandar plotar fora.

Mas também existe muitos tamanhos de ploter para todos os gostos, e a sua impressorinha de estimação também pode imprimir aquele desenho de tamanho A4, ou seja, A SUA IMPRESSORINHA TAMBÉM PLOTA, mas só até esse tamanhos.

Mas existem impressoras que plotam até o tamanho A2, que seria o equivalente ao dobro da A4, e sendo assim é uma impressora com o dobro de tamanho, acima disso apele para uma plotter que atenda a sua demanda.


MAS PARA VOCÊ QUE NÃO VAI COMPRA UM PLOTTER
PROCURE UMA COPIADORA / GRÁFICA MAIS PRÓXIMA DE VOCÊ.


Próximo a mim em São Paulo na Mooca tenho:

1- COPIADORA DA MOOCA
Rua da Mooca, 2453
- Mooca 
Tel: (11) 2292-3865 / 2694-3666 / 2292-0828
copiadoramooca@uol.com.br

2 - COPYMOOCA SERVIÇOS REPROGRÁFICOS
Rua João Antônio de Oliveira 281 - Mooca
Tel: (11) 2291-9235
thiago@copymooca.com.br
http://www.copymooca.com.br



* escrita livre
link de outras dicas de AutoCAD

.
Para contribuir com a postagem deixe seu comentário
com dúvidas, sugestões, críticas ou elogios
.

sábado, 7 de setembro de 2013

CADFREELA #36: Procurando Nemo



PROCURANDO NEMO???
O mar não está pra peixe?


O mar não está para os cadistas soltos pela web ..... ou mesmo para os que ainda estão pensando entre o mar aberto do FREELANCER ou a segurança de um EMPREGO.

Na dúvida eu sugiro tente os dois ao mesmo tempo.

Acredito que todo freelancer já teve sua época de empregado fixo, e foi justamente lá que aprendeu boa parte senão a grande maioria de sua profissão:

- noções básicas de macetes do autocad
- alguma nicho de mercado, como 3D, mecânica, arquitetura, instalações, marcenaria, ....
- alguns dos primeiros clientes e parceiros de trabalho
- como organizar os arquivos
- como mandar plotar e imprimir bem bonitinho

Mas a dúvida ainda persiste como conquistar um novo serviço.

No caso de EMPREGO, tem muita gente por aí ganhando para lhe ajudar a se colocar no mercado, e são tantas ofertas, tantas dicas, que é surpreendente como ainda tem gente perdida, assim como já devo ter sido um dia, se é que ainda não deixei de ser.

Mas aqui vai algumas dicas que retirei da prática para quem quer procurar mesmo um emprego:

1- Monte o seu currículo

"...Mas meu currículo não tem nada para por / Eu não sei fazer um currículo bonito / Meu cúrriculo é o máximo, mas nenhuma resposta ......"

Depois de tantas entrevistas de emprego, acho que descobri a fórmula do cúrrículo, para ser convocada para a entrevista.

- Simplicidade: folha branca, letra preta, negrito para destacar algo importante, nome destacado, dados de contato somente os necessários ( endereço, idade, telefone, email ), mas do que isso só se a vaga pedir, como foto, nacionalidade, etc.

- Informações relevantes:
formação, experiência e conhecimentos que tenham haver com a vaga, outras informações só servirão para encher linguiça, que algumas vezes pode até ser necessário.

- Apresentação clara, organizada e bonita: o seu currículo precisa chamar a atenção, se destacar na pilha, mas uma atenção boa, algo que expresse profissionalismo, vale aproveitar ao máximo os seus conhecimentos de formatação de folha, mesmo que seja no paint.

- Atualização: todo dia pode acontecer alguma coisa que acrescente no seu currículo, então aproveite para atualizar, complementar, renovar, rechear o seu currículo com cursos, palestras, projetos, experiências, estágios, voluntariado, cursos de formação, técnico, faculdade......

2- Prepare um Carta de Apresentação

Para quem não está habituado com o termo carta, talvez fique mais calmo com o termo email.

Então prepare um email de apresentação, apresente-se ao seu possível contratante.

Mas seja OBJETIVO, normalmente quem contrata nos tempos atuais recebe tantos emails, que não tem mais um gosto especial por ler cartas de apresentação, então seja BREVE E OBJETIVO.

Seja CERTEIRO, coloque em seu texto de apresentação palavras-chaves, como: qual vaga está buscando, sua formação ou experiência, conhecimentos de softwares, ou seja, UM RESUMO DAS MELHORES PARTES DO SEU CURRÍCULO.


3-  Monte um Portifólio


Para quem trabalha com prestação de serviço de desenho é imprescindível.

4- Se torne apresentável

Nada como a aparência para conquistar uma boa primeira impressão.




No caso do Freelancer ...... Ser ou não ser freelancer, eis a questão?


terça-feira, 27 de agosto de 2013

CADFREELA #35: Montando meu Portifólio

Estava com meus pensando com meus botões como faço e com devo fazer para conseguir mais parceiras de desenho e lembrei que depois de muita entrevista de emprego / estágio / freelas e nada além o que me ajudou a passar das entrevistas foi .....

MEU PORTIFÓLIO


Em algumas entrevistas muito mais que o currículo o que conta é uma pastinha cheia de trabalhinhos que a gente começa fazendo em cursos e vai recheando, muitos professores comentam mais a gente não dá o devido valor a essa peça tão importante do nosso trabalho, que é o PORTIFÓLIO.

Para quem vai "caçar" emprego / estágio / freelas acredito que em grande maioria das vezes recorre a internet:

- Como se apresentar?
- Como fazer um currículo?
- Como se vestir? (moda no trabalho)
- O que dizer na entrevista?

Mas pelo que encontramos na internet me parece tudo muito genérico, nada muito específico para a área de arquitetura, para os caso de projetistas, sendo assim esquecemos ou nem sabemos pesquisar as exigências, ou maneiras mais apropriadas de abordar os novos parceiros, empregadores...

Portanto o PORTIFÓLIO é talvez a chave para muitas portas, até mesmo um portifílo "meia boca"é melhor do que nenhum. Serve qualquer coisa para ter um portifólio:

- trabalhos de cursos (portifolio curso)
- trabalhos já feitos
- até produzir trabalhos fictícios está valendo

Com o passar do tempo o portifólio vai se alterando, melhorando, crescendo, refinando...e até ganhando outras caras e outros formatos: blog, fotolog, álbuns em redes sociais, ....

.
Para contribuir com a postagem deixe seu comentário
com dúvidas, sugestões, críticas ou elogios
.

quinta-feira, 22 de agosto de 2013

CADFREELA #34: Moda no Trabalho

Sendo uma pessoal totalmente errada quando se trata de aparência profissional, a todo momento tentando me enquadrar ao mundo corporativo de maneira que isso seja natural e espontânea, como se fosse a coisa mais fácil de se fazer todos os dias.

O mundo corporativo está cada vez mais competitivo então quesitos antes considerados secundários como comportamento, atitudes e aparência se tornam cada vez mais decisivos e importantes para definir escolhas.

A aparência acredito que de maneira inconsciente vem se tornando o principal elemento de escolhas de muitos fatores de nossas vidas, sendo assim não poderia ser diferente no ambiente corporativo.

Mas o que um simples blog que seria definido como um Portifólio Virtual de uma Projetista Cadista tem haver com isso?

Justamente por inserir meu portfólio no mundo virtual acabei transformando esse blog num ponto de referência para outros Cadistas Freelancer, e até outros navegadores da rede que acabam passando por aqui querendo ou não, sendo assim acho bastante válido compartilhar algumas lições que vou colhendo pelo meu caminho, e assim aprender mais com os outros que passam por aqui.

MODA E TRABALHO

Como falei antes, nunca fui ( e acho que ainda não sou) um exemplo de como se vestir no trabalho, sendo assim, senti e ainda sinto na pele as consequências de quão a aparência me fecha portas, e sendo assim, fico sempre buscando e informações sobre o assunto como qualquer menina.

O que os especialistas dizem por aí: 

"use um terno azul marinho que significa sucesso", "não use decote e roupas justas", "cores neutras, nada chamativo", "cabelos presos e limpos", "nada de acessórios grandes e chamativos", "maquiagem leve", BLÁ, BLÁ, BLÁ, que na maioria das vezes é bastante confuso de interpretar e seguir.

Mas o que na realidade a gente encontra é outra coisa, muitas dessas dicas são voltadas para cargos de grande rigor e tradição, como para advogados, administradores, cargos de gerência, ou que exigem relacionamento com o público, onde a palavra de ordem é SERIEDADE. Mas cada profissão tem sua palavra de ordem que precisa ser expressada pela aparência.

Em ARQUITETURA, as palavras CRIATIVIDADE, HARMONIA, não são bem representadas em roupas e acessórios simples e neutros.

Mas de maneira geral os figurinos de trabalho vem ganhando muitas variações e personalidade, então vemos que na realidade vale um pouco de bom senso.
"cores vibrantes e alegres podem se juntas as cores neutras", "estampa é a cara do Brasil, mas não precisa lembrar o carnaval", "tênis é melhor para ocasiões esportivas, não para o trabalho, mas viva o sapatênis", "roupas curtas e justas é pra quem pode não pra quem quer, e no trabalho não é lugar", "decotes pode ser uma arma, então esconda ou disfarce", "cabelo bem cuidado é bonito em qualquer lugar", "higiene é importante para a vida, inclusive no trabalho", BLÁ, BLÁ, BLÁ.


DICAS:
1- EVITE USAR TÊNIS NO TRABALHO, INCLUSIVE SAPATÊNIS
Traz uma sensação anti-profissional mais esportiva, se for necessário escolha tênis de cor preta o sem muitos detalhes coloridos, isso vale também elementos que tem característica mais esportiva.
Os chefes mais tradicionais são intransigentes nesse quesito





2- USE E ABUSE DAS CORES NEUTRAS: PRETO, BRANCO, CINZA
São cores que combina com qualquer tom de pele, então tenha as peças básicas nessas cores: calça, casaco, blusa de lã, camisa, camiseta, meia, sapato, bolsa, cinto,....
Os tons neutros lembra o profissionalismo, a seriedade, a elegância por serem cores sóbrias e que neutralizam a composição, permitindo focar a atenção para você.

   


3- JEANS COMBINA COM TUDO, SÓ MANTER EQUILÍBRIO
É a quase uma peça neutra tem pra todos os gostos, mas escolhas cortes mais retos e cores mais sóbrias como azul e preto, e não se limite somente a calça, expanda para camisas e jaquetas.
O jeans ainda encontra barreiras em ambientes mais sérios, nesses casos escolha modelos mais clássicos e tons mais escuros.


4- DETALHES DOURADOS REPRESENTAM REQUINTE
Os acessórios se tornaram a peça que personaliza a composição, e elementos dourados, ou pelo menos que produzam algum brilho podem realçar os olhos de quem vê, como relógios, joias e bijuterias, fivela de cinto, apliques em tecido, enfeites de cabelo, broches, bolsas e sapatos, evitando que este brilho ofusque todo o resto.
O metálicos lembra dinheiro, poder, no caso dos dourados lembra ouro, mas outras cores de metálico também são válidos. 



5- UMA PEÇA COLORIDA FAZ TODA A DIFERENÇA
Assim como o elemento brilhoso, o elemento colorido também realça a produção: lenços, peças de roupa, bolsa, sapato, chapéus, casacos, cinto, jóias e bijuterias, estampas, mas se quiser arriscar uma segunda cor prefira aquelas que combine com a primeira.
Para ambientes mais descontraídos estampas podem fazer as vezes de cores, caso contrário melhor apostar em opções mais lisas ou discretas.



6- SAÚDE DA PELE E CABELO DEIXA A PESSOA MAIS BONITA
Cuide se sua saúde, alimentação, exercício, higiene, cuidados de beleza, pois não adianta a melhor roupa do mundo se a sua cara no trabalho é triste e sem vida. 
A sua pele e seu cabelo são sua primeira roupa, cada um é cada um, portanto essa é a regra mais difícil de resolver, pois saúde é um cuidado diário, por isso vale recorrer a truques e conselhos que mais se adeque ao seu biotipo.

(VÍDEO NÃO DISPONÍVEL POR AQUI, PROCURE PELO YOUTUBE, VALE A PENA)
Pele para o inverno por Julia Petit

Observando a moda da rua, qualquer um pode verificar que o uso dessas 6 regras imediatamente representa uma pessoa elegante e bem vestida e bonita, foi a partir de muita observação, que de uns dias pra cá, cheguei a esses 6 elementos, como faz pouco tempo acho que ainda preciso ajustar a maioria das regras, senão todas.

Mas para quem quiser arriscar sair da regra pelo menos aqui fica a dica de um lugar seguro, para poder arriscar com segurança. As imagens valem mais.



.
Para contribuir com a postagem deixe seu comentário
com dúvidas, sugestões, críticas ou elogios
.

sábado, 27 de julho de 2013

Portifólio #27: Narguile

Para quem ainda não sabe nem todo projetista pode desenhar de tudo, podem até tentar, mas aí dizer que o projeto conseguirá sair do papel  fielmente....

O projetista trabalha no campo do imaginário, do virtual, do faz de conta, afinal no desenho tudo é possível, então quanto melhor for o projetista melhor é a sua tradução do real para o virtual do desenho.

Um simples linha reta pode significar diversas coisas no desenho, se essa linha no momento da execução do real for mal interpretada pode trazer um grande prejuízo para as partes envolvidas, mas se a tradução do virtual para o real por perfeita a felicidade se alastrará para todos.

Por isso o projetista tem que colocar no papel da forma mais clara possível a qualquer leigo a ideia do objeto, edificação, máquina, detalhe, móvel, ....pois normalmente quem executa a ideia que está ali representada no papel nem sempre tem a habilidade de adivinhar ou traduzir o que não está claramente posto no desenho.

Então aqui encomendaram que eu fizesse o corpo de um Narguile, não sabendo nada de mecânica e com as orientações para desenvolver o desenho, fui traduzindo ao máximo as informações para o desenho, me desculpe que conseguir ver claramente os erros deste desenho pela falta de informações precisas, mas acredito que ficou bastante claro para quem entende de mecânica completar as informações restantes....






.
Para contribuir com a postagem deixe seu comentário
com dúvidas, sugestões, críticas ou elogios
.

quinta-feira, 13 de junho de 2013

Arquitetura #08: Censo de Arquitetos

http://www.caubr.org.br/?p=11308

ACESSE O LINK E ASSISTA O QUE FOI DEBATIDO

Censo dos Arquitetos e Urbanistas: assista ao vivo debate na Folha de S. Paulo

Evento promovido pelo CAU/BR em parceria com as revistas aU e PROJETOdesign discute como profissionais da área podem contribuir para o desenvolvimento das cidades brasileiras

O Censo dos Arquitetos e Urbanistas Brasileiros é uma pesquisa inédita feita com 83 mil profissionais da área em todo o país. Aborda temas diversos como áreas de atuação, renda, formação, interesses gerais e expectativas quanto ao crescimento do mercado.

Em parceria com as revistas PROJETOdesign e aU – Arquitetura e Urbanismo, o CAU/BR promove debate sobre o Censo e temas como concursos de arquitetura, licitações por menor preço, concorrência estrangeira, legado da Copa e Olimpíada e programas sociais de habitação. O encontro terá a participação do presidente do CAU/BR, Haroldo Pinheiro, do secretário-executivo do Colegiado de Entidades dos Arquitetos e Urbanistas do CAU/BR, Sérgio Magalhães, e do sócio-titular do escritório Botti Rubin Associados, Alberto Botti. A mediação fica por conta do jornalista Morris Kachani, repórter especial da Folha de S. Paulo.

sábado, 8 de junho de 2013

Cadista Freelancer #33: Ser ou não ser freelancer, eis a questão?

Por que ser freelancer?

Dentro da área de arquitetura, está cada vez mais comum, a realização de trabalhos freelancer, alguns diriam que estão trabalhando em escritórios, acordando todos os dias para trabalhar, mas infelizmente quem trabalha na área de projetos não encontra oportunidades muito valorizadas.

Por ser uma etapa que afeta pouco ou quase nada o cliente final, e assim os escritórios e empresas que trabalham com todo o processo da primeira entrevista com o cliente até a entrega das chaves da obra, costuma pular ou otimizar a etapa do projeto, para tanto, manter um escritório com funcionários que desenvolvam somente esta etapa, vem sendo cada vez menos necessário, alguns escritórios mantém estagiários que realizam serviços mais de organização ou pequenas alterações nos projetos, até por esse estarem em fase de aprendizagem e terem contratos de trabalho pré-definidos.



Assim entram os FREELANCERS, por não ocuparem um espaço físico dentro dos escritório ou por algumas vezes se encontrarem por período determinado, são estes que desenvolvem o grande montante de trabalhos projetuais, como detalhamentos, executivos......

Então para muitos profissionais formados, ou com experiência na área de projetos, vem optando pro trabalhar como freelancer, pois na teoria conseguem ter mais trabalhos para desenvolver por um período maior durante o ano, pois estariam envolvidos com as etapas de projeto de diversas obras em andamento ao longo do ano.

Mas a compensação financeira pode não ser tão vantajosa para aqueles que optam somente por esse tipo de trabalho, tendo que assim complementar ou transformar essa tarefa em atividade extra, complementando o trabalho fixo em escritórios e empresas, ou exercendo outras atividades financeiras.

Então pense bem se para você vale a pena trabalhar como freelancer.


.
Para contribuir com a postagem deixe seu comentário
com dúvidas, sugestões, críticas ou elogios
.

Marcadores