Pesquisar este blog

Translate

terça-feira, 18 de setembro de 2012

Cadista Freelancer #08: STATUS

Avisando que a escolha de ser projetista me levou a caminhos não convencionais.

Depois de ter me formado em Arquitetura, ou melhor dizendo um minuto antes de me forma em arquitetura, comecei o Curso Técnico de Design de Interiores


E depois de completado ambos, trabalhei em alguns escritórios de Arquitetura, em alguns campos diversos.

Enquanto não conseguia, infelizmente, me estabilizar em nenhum deles, comecei a desenvolver trabalhos de freelancer nas horas vagas.

Atualmente enquanto faço esses serviços de freelancer busco quando possível ($$$) realizar cursos complementares de desenho ou ligados a área, como: paisagismo, construção civil, softwares....

No momento estou cursando, acreditem ou não outra faculdade, FATEC Modalidade Edifícios, no período da manhã.

Ou  seja, para melhor me contactar mande-me um email, ou ligue após as 13horas, mas esse semestre estou abusada, e acabei me ocupando também com cursos extracurriculares oferecidos pela FATEC, no período da tarde.




quarta-feira, 5 de setembro de 2012

AutoCAD #10: Blocos Dinâmicos


O AutoCAD, tá ficando velho mais está correndo para não perder a liderança perante os concorrentes.

Muitos Softwares de desenho estão se especializando para alcançar um público cativo, mas o AutoCAD, quer todos os públicos só pra ele.


E eis que surge uma novidade que para os cadistas de longa data deve dar uma pontada na boca do estômago, afinal os novatos no CAD que ficam desesperados em fazer um cursinho básico para arranjar um estágio, ou um emprego, ou um serviço de freelancer, acabam ficando mais perto de saber as novas ferramentas que o CAD vem adquirindo, e aí de uma hora para outra, "zaz", você que  se diz "expert" no CAD fica, literalmente, um mané.


Eu também estou louca para saber mais sobre esta nova ferramenta, o tal, BLOCO DINÂMICO.


autocad-blocos


Sabe aquela mania de muita gente de explodir os blocos que você fez com todo o carinho do mundo, imagine que agora ele além de tudo lhe permite fazer alterações e configuração que torna aquele seu bloquinho fofo, num verdadeiro "transformer".


Sabe aquela biblioteca de porta de todos os modelos e todos os tamanhos que você levou a vida para fazer e organizar, já pensou que num único bloco de um tipo de porta, ele permite que ele se encaixe em todos os tamanhos??????


Não entendeu, pois é a palavra "dinâmica" que irá lhe explicar, você poderá ter um bloco mutante, se puxar uma setinha ele deixará de ser uma porta de 70 para um de 90, puxando outra setinha, a porta pode aparecer totalmente aberta, semi aberta,...., e uma outra setinha, e incrivelmente o batente da sua meiga portinha encaixa perfeitamente na sua parede de 15 e também na sua parede de 20.


Achou pouco? Isso porque eu, assim como você, também, não tive a oportunidade de fazer um cursinho, ou esbarrar num desses novatos que já conhece esta novidade.



* escrita livre sem referência bibliográfica
link de outras dicas de AutoCAD

.
Para contribuir com a postagem deixe seu comentário
com dúvidas, sugestões, críticas ou elogios
.

terça-feira, 4 de setembro de 2012

Cadista Freelancer #07: Valor do Projetista

Sempre me pergunto quanto vale o serviço de um projetista, ou seja, quanto vale o meu serviço de projetista.

Bem é uma pergunta complexa, pois é um mercado de trabalho bastante secreto quanto ao valor, tanto por quem presta o serviço quanto quem recebe o serviço.


E no  momento atual que tudo se recorre ao santo Google essa é uma das coisas que ainda não consegui achar nada muito satisfatório.


Informação 2012 - valores padrão
Como trabalho
servico-de-projetista

A) VALOR POR PRANCHA


Temos uma norma bastante conhecida das folhas de desenho no formato A0 1188 x 840 mm (e suas subdivisões do nº 0 ao 6)

Alguns projetistas usam esses formatos para tabelarem o valor do serviço.
Utilizando também algumas compensações, quanto a escala ou a etapa (executivo, anteprojeto, detalhamento,...), a ser desenhada em alguns casos específicos.
Esse modo de  serviço é bastante válido, acredito eu, para aqueles projetistas que produzam em um determinado nicho de mercado, pois lucraram exatamente na produção em escala.
E quando trabalham com diversos tipos de desenho e projeto, gastaram muito tempo com cada prancha o que poderá se mal gerenciado um grande prejuízo.


portifolio-solida
portifolio-paola-rosellini-03


B) VALOR POR M² DE PROJETO


Alguns projetistas cobram pela metragem a ser representada nos desenhos.

Podendo assim considerar cada etapa de projeto como um valor fechado e tabelado por metragem quadrada, onde geralmente, quanto mais área a ser desenhada o fator de multiplicação tende a diminuir.
Para projetistas que também trabalham num mesmo nicho pode ser tornar vantajoso, pois reutilizará sempre as mesmas bases e a relação quantidade de desenho e metragem será padronizada.
Caso contrário terá que levar em consideração também a dificuldade de cada tipo de projeto.


C) VALOR POR HORA


Acredito ser o real valor do serviço, pois é o momento real de trabalho do projetista, onde ele estará de fato trabalhando sobre o desenho, porém é um método de difícil mensuração, já que sobre esse tempo calculado entram algumas variantes que podem muitas vezes acelerar o processo de desenho ou retardar, como níveis de habilidade do projetista, ou maquinário e ferramentas que o projetista utiliza para sua produção (computador, prancheta, trena, croquis....)

Normalmente mesmo não cobrando por hora o projetista se vale dessa ferramenta de cálculo para dimensionar seu rendimento.




D) PACOTE FECHADO


Esse é um valor que acredito ser misto, e mais complicado de se fazer, pois nele se considera todas as formas de pagamento, prevendo toda a sorte de variáveis que possam interferir no processo de desenho: horas gastas, material gasto, despesas extras, plotagens, maquinário disponível, dificuldade do projeto, metragem, .....

E geralmente a mais pedida por aqueles que procuram esse tipo de serviço, pois eles também precisam prever seus orçamentos.
E acertar no valor desse pacote fechado que favoreça ambas as partes é uma arte, que eu ainda não conheço sequer domino.

E) VALOR POR BYTES


Essa é uma modalidade que me causou uma surpresa, e talvez tenha sido uma das primeiras a serem feitas com o trabalho dos projetistas em CAD's, os chamados desenhos assistidos por computador, hoje não saberia dizer se são utilizadas e quais seriam as vantagens e as desvantagens, mas é uma caso a se pensar, pois o peso de um arquivo geralmente tem grande relação com a dificuldade do desenho.

Arquivos muito trabalhosos como maquetes eletrônicas, desenho executivo, muitas hachuras, modelagem 3D, não saberia dizer, mas provavelmente são aqueles com mais bytes de arquivo digital, e são esses também que tem mais valor no mercado.
Esse é um caso a ser estudado e quem sabe possa ser a resposta para muitos projetistas.

F) Qual é o meu valor no mercado?


Essa é uma resposta que não tenho, não saberia dizer se estou na média, abaixo ou acima dela, e também não saberia dizer o quanto esse mercado é ou não valorizado.

Costumo cobrar por hora, mas sou praticamente uma iniciante nesse mercado.
Um mercado que vem mudando bastante e criando muitos braços, pois projetistas de prancheta, talvez já esteja extintos, mesmo havendo bastante cursos que ainda desenvolvam essa habilidade, muitos projetista que antes tinham nível técnico hoje vem se graduando. Existe também diversos nichos de mercado, alguns mais exigentes, outros mais específicos e restritos, outros mais concorridos, e outros que são novidades: arquitetura, interiores, engenharias, paisagismo, mecânica, elétrica, informática, design, moda, publicidade, iluminação, sustentabilidade ..... inúmero mercados onde o desenho é necessário.

G) DIFERENCIAL


O que gera real valor de mercado é o famoso "diferencial", e cada nicho tem o seu tipo de diferencial almejado, alguns são o conhecimento de software cada vez mais avançados, outros grande habilidades de desenho manual, alguns uma especialização para aquele determinado nicho do nicho do nicho, mas de modo geral buscar sempre se informar das novidade é sempre o primordial. Resumindo TEMOS QUE SABER TUDO DE TUDO. Ou como eu diria tem que saber onde procurar. Tradução voltemos ao Google.







Marcadores